Top Ten Contra o Crime

Dia 1 - Parte 3 - Centro Veterimonstro

Planejamento

Os policiais interrompem sua investigação sobre o assassinato no NPVT, o roubo da zionita no Museu de Geologia de Neópolis e o possível envolvimento de Omega nos casos, pois são chamados para auxiliar em outra investigação em uma área comercial da cidade. Eles se dirigem ao local onde planejarão a blitz, que foi informado pelo rádio de suas viaturas.
Chegando no local encontram os policiais Graves, apresentado anteriormente como perito da delegacia, e Wong, que todos conhecem de vista como um dos novatos no NPD. Wong é um chinês vestido com roupas chinesas tradicionais e sempre carrega consigo uma jarra de barro velho amarrado a cintura. Ambos também estão chegando para auxiliar na blitz. O sargento Kemlo diz aos policiais pelo rádio para entrarem em certo apartamento do prédio. O prédio parece abandonado, tirando alguns mendigos e drogados aqui e ali.
No apartamento encontram o Sargento, Smax e uma mulher esbelta de orelhas pontudas e roupas feitas de folhas que diz ser uma druida. O Sargento leva os policiais a janela e aponta para um pequeno prédio no bloco da frente com vários comércios variados, um deles tem uma placa escrita “Centro Veterinário”. Ele explica: -“Esta jovem denunciou atividades suspeitas naquele local. Foi feita uma vigilância que comprovou isso. Preciso que investiguem.” Quando indagada pelos policiais a mulher diz que sente uma forte “aura de conflito” vinda do lugar -“A Mãe natureza é enigmática, não consigo decifrar mais nada além disso.” O sargento os informa que a vigilância feita no local mostrou que várias pessoas de aparência humana comum, principalmente adolescentes, costumavam entrar no local no fim da tarde e não eram vistos saindo de lá, suspeito, principalmente por ser um local pequeno. Os policiais discutem um plano. Graves indaga a Wong o que ele acha e Wong responde com o que parece ser um provérbio chinês, deixando todos confusos. No fim das contas é decidido que os policiais investigarão o Centro Veterinário e informarão o sargento assim que descobrirem algo consistente, para que ele consiga um mandato de busca de imediato.

Centro Veterinário

Já é quase fim da tarde. Graves, Animatus e O Sombra entram primeiro. Animatus e Graves se passam por clientes usando a corrente Zuzu como “animal” que necessita de atendimento. O Sombra se esconde na escuridão com um jogar de sua capa, usando sua invisibilidade para seguir os companheiros. Wong fica esperando próximo a entrada do Centro Veterinário enquanto Hehet, Doomrider, Romanov e Eiseheim ficam rondando o local em uma viatura.
Ao entrar, Animatus já encena total desespero dizendo que seu bicho de estimação precisa de ajuda. A atendente na recepção é uma enfermeira de roupas rosa e cabelo rosa. Ela chama o doutor, um homem de meia-idade vestindo jaleco branco. Ele diz -“Farei o possível, mas esse não é o tipo de animal que costumo trata.” Animatus ajuda a levar Zuzu a sala de atendimento, pois ela é temperamental, entrando junto com todos.
Enquanto isso Wong aproveita o para encher seu jarro de bebida no bar mais próximo. Na volta se depara com dois adolescentes tentando entrar no Centro Veterinário e os impede proferindo um provérbio chinês. Os adolescentes vão embora confusos. A viatura com Hehet e cia passa no local e eles vêem a cena. Eles param e perguntam a Wong o que aconteceu e ele tenta explicar usando mais provérbios. Os adolescentes, já um pouco longe, vêem a viatura e Wong apontando para eles e apertam o passo até virar uma esquina e sumirem da vista. Hehet, Wong e Romanov percebem isso e correm atrás deles.

A Passagem

Dentro do Centro Veterinário, Graves, Animatus e O Sombra estão na sala de atendimento. O veterinário tenta usar uma bola vermelha e branca do tamanho de uma maçã para fazer algo com Zuzu e parece malsucedido. Usando a corrente-cobra para distrair a enfermeira e o veterinário os policiais investigam o local discretamente. Graves tenta detectar se há alguma criatura sobrenatural no local e sente algo em direção a uma parede da sala. Animatus anima um carro de lego para tentar achar algo e encontra uma passagem secreta na parede indicada por Graves. Ao ser indagado sobre a passagem, o veterinário se faz de desentendido. Então Animatus tateia a parede e consegue abrir a passagem. Ao verem isso a enfermeira e o veterinário tentam correr, mas Graves saca sua arma e da voz de prisão, fazendo com que eles se rendam.
Enquanto isso, Hehet, Wong e Romanov perseguem os adolescentes. Hehet tenta voar por cima dos prédios para cortar caminho e acaba se perdendo. Wong, estranhamente, começa a beber a cachaça de seu jarro enquanto corre até ficar bêbado. De repente ele é possuído por um poder incrível que o torna super ágil apesar de ainda cambalear um pouco e começa a pular nos toldos das lojas, postes e outros obstáculos fazendo acrobacias de kung-fu. Logo alcança os fugitivos e diz em uma voz que parece de um alguém de idade e bêbado -“vocês vão pra delegacia cumigo!” Eles recusam e Wong solta um arroto na direção que os faz terem náusea e um deles até vomita. Romanov chega nesse momento e os dois prendem os adolescentes assustados.
Ao voltarem para a viatura vêem o resto do grupo colocando mais duas pessoas na viatura. Todos os suspeitos são delicadamente colocados na viatura e Doomrider e Eiseheim dirigem ela até a delegacia.

Esgotos

O resto do grupo fica para investigar a passagem secreta dentro do Centro Veterinário. Hehet não entra, pois é grande demais, e fica esperando do lado de fora. Animatus faz companhia a ele. O resto dos policiais entra na passagem, um cubículo com uma escada que desce até os esgotos. Nos esgotos eles seguem um caminho reto de uns 5 m de largura e altura que os leva até uma bifurcação em forma de T onde podem ver luz vinda de ambos os lados. Um lado desemboca em um terreno baldio na cidade e esta fechado por uma grade. O outro lado os leva para outro caminho reto no fim dele se deparam com um grande espaço circular, no meio dele há um tablado circular de 1 m de altura. No tablado acontece o que parece ser uma rinha de monstros estranhos, um deles um pequeno rato amarelo elétrico, o outro uma grande tartaruga azul com canhões nas costas. Os dois monstros tem, cada um, um treinador dando ordens fora do tablado. Vários adolescentes e alguns adultos assistem a batalha enquanto um rapaz nipônico coleta apostas. Surpreendidos pela cena os policiais se preparam para agir!

FIM DA SESSÃO 3

Comments

FelipeAndrade

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.